O Valor do Encontro


"Um Encontro de dois: olhos nos olhos, face a face.
E quando estiveres perto, arrancar-te-ei os olhos e colocá-los-ei no lugar dos meus;
E arrancarei meus olhos para colocá-los no lugar dos teus;
Então ver-te-ei com os teus olhos e tu ver-me-ás com os meus."
(J.L.Moreno)

 

Os eventos não nascem por acaso, mas podem ter um valor terapêutico. Precisamos dar importância aos encontros ocasionais.

Cada encontro pode ser uma solução definitiva para alguns de nossos problemas se aceitarmos de nos abandonarmos fatalmente ao que nos acontece. Principalmente se encontramos alguém com uma imagem que habita em nós, como um sonho ou um mito que se materializa.
O encontro é uma materialização de uma ideia e quando acontece, por si só, tem um grande valor terapêutico.

Diante do encontro precisamos viver a magia do momento, observar o "milagre" que acontece e que nós mesmos, talvez, involuntariamente determinamos. É melhor evitarmos relacionar o encontro com a vivência do dia a dia: não serve revê-lo ou fazer projectos. Se nos abandonarmos ao acontecido se produz, em geral, um efeito terapêutico em toda a nossa esfera afectiva.

Após um encontro significativo poderá surgir nova criatividade, assim como novas propostas de trabalho, novos amores, novos interesses.


ALGUMAS PESSOAS

ENTRAM EM NOSSAS VIDAS E RAPIDAMENTE SE VÃO...

ALGUMAS PESSOAS
LEVAM NOSSAS ALMAS A DANÇAR...
ELAS NOS DESPERTAM PARA NOSSOS ENTENDIMENTOS
COM PEQUENOS TOQUES DE SUA SABEDORIA...

ALGUMAS PESSOAS
FAZEM O CÉU FICAR MAIS BONITO
PARA SER ADMIRADO...
ELAS PERMANECEM EM NOSSAS VIDAS POR UM TEMPO
DEIXANDO PEGADAS EM NOSSOS CORAÇÕES...

E JAMAIS SEREMOS OS MESMOS.

 


Desenvolvido por INTERACTIVE.com - info@interactive.com
info@psico-online.net
2001 Todos os direitos reservados